Star+: os pontos positivos e negativos do novo streaming


Jessica Lange e Susan Sarandon em Feud: rivalidade entre Joan Crawford e Bette Davis


Você deve se perguntar: mais um serviço de streaming? Vá se acostumando porque a tendência é essa. Os estúdios estão com seus próprios canais, vide o Disney+, o Paramount+ e a HBO Max (que tem os filmes da Warner). E, desde 31 de agosto, começou a operar no Brasil o Star+, que tem o conteúdo adulto da Disney.


Dei uma boa olhada no acervo para fazer este post. Dá para dizer que ele não é tão atraente quanto a HBO Max, mas tem atrações bem convidativas. Vou resumir em tópicos positivos e negativos e pular a parte esportiva, que não é a minha praia.


Pontos positivos:


- a navegação é muito fácil (parecida com a do Disney+) e qualidade de imagem, excelente.


- tem várias séries ou minisséries inéditas e exclusivas, como Love, Victor, A Teacher, Narciso Negro, Only Murders in the Building, Big Sky e a antologia Genius, que inclui a recente biografia de Aretha Franklin, interpretada por Cynthia Erivo.


- há uma grande quantidade de filmes da antiga Fox, como Coração Valente, O Diabo Veste Prada, A Paixão de Cristo, Bohemian Rhapsody, Moulin Rouge, Titanic, Velocidade Máxima, Deadpool, Carruagens de Fogo...


- duas minisséries que eu vi, gostei muito e não tinham sido lançadas no streaming: Feud (sobre o embate entre Bette Davis e Joan Crawford) e Fosse/Verdon, a respeito da relação do diretor Bob Fosse com sua esposa, a dançarina Gwen Verdon.


- a nova temporada de Walking Dead e todas as temporadas de This Is Us, Modern Family, Grey's Anatomy, Scandal, Outlander, Homeland...


- cults como O Feitiço de Áquila, Cocktail, De Volta para o Futuro, Clube dos Cinco, Tina (sobre a vida de Tina Turner), A Cor do Dinheiro, Absolutely Fabulous, Brokeback Mountain...


- uma boa seleção de filmes argentinos, como o raro Nove Rainhas, e mais cinco com Ricardo Darín.


Ricardo Darín em Nove Rainhas: raridade argentina


Pontos negativos:


- faltam clássicos no acervo. Onde estão os filmes que Marilyn Monroe fez para a Fox? Encontrei alguns títulos mais antigos, como Can-Can, Desafio à Corrupção, Cleópatra, Butch Cassidy, O Planeta dos Macacos e Zorba, o Grego. Mas me deu a impressão de que para o Star+ não há nada relevante antes da década de 80.


- há poucos filmes novos. O grande chamariz era Nomadland, vencedor do Oscar, mas ele vai estrear antes no Telecine.


- a assinatura mensal custa R$ 32,90 e há um combo com o Disney+ por R$ 45,90. Não é caro se comparado ao ingresso de cinema, mas é mais salgado do que o Amazon Prime (R$ 9,90), Globoplay (R$ 19,90) e HBO Max (R$ 27,90).


Interessou? Clique aqui para fazer sua assinatura.


INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

255 visualizações

Posts recentes

Ver tudo