Star+ incrementa seu acervo com clássicos dos anos 50 e 60


O Pecado Mora ao Lado: um dos melhores de MM


Quando o Star+ chegou ao Brasil, em agosto de 2020, estranhei a pouca quantidade de clássicos. Mas a plataforma de streaming está colocando antigas pérolas em seu catálogo. Confira abaixo catorze filmes que encontrei "escondidos".


Viva Zapata! (1952) > Hoje em dia o filme seria “cancelado” por Marlon Brando interpretar o revolucionário mexicano Emiliano Zapata, que liderou uma rebelião contra a ditadura do presidente Porfirio Díaz, no início do século XX.


Os Homens Preferem as Loiras (1953) > Jane Russell e Marilyn Monroe estrelam a deliciosa aventura sobre duas coristas, que fogem de um detetive particular. É aqui que Marilyn canta a icônica Diamonds Are a Girl's Best Friend.


Torrente de Paixão (1953) > Marilyn voltou ao cinema, desta vez numa papel mais sério numa trama que envolve um casal e um assassinato na Cataratas do Niágara.


O Pecado Mora ao Lado (1955) > Talvez seja meu filme preferido de Marilyn, que faz a tentadora vizinha de um quarentão casado, que fica sem a família nas férias de verão. O diretor é o grande Billy Wilder e a comédia tem a cena mais famosa da carreira de Marilyn: o vento do metrô que levanta seu vestido branco.


Anastacia, a Princesa Esquecida (1956) > Ingrid Bergman ganhou o Oscar de melhor atriz, em 1957, no papel de Anna Koreff, uma impostora que, a mando de um empresário, se fará passar pela Grã-Duquesa Anastasia.


Tarde Demais para Esquecer: romance de 1957


Tarde Demais para Esquecer (1957) > Cary Grant e Deborah Kerr estrelam um dos mais emblemáticos romances da época. Eles interpretam um casal apaixonado que promete se reencontrar, seis meses depois, no alto do edifício Empire State, em Nova York. Lembrou de algo? Foi o filme que inspirou Sintonia de Amor.


Love Me Tender (1956) > Foi o primeiro de muitos filmes estrelados por Elvis Presley, aqui numa trama que se passa logo após a Guerra Civil Americana. O Rei do Rock, é claro, canta Love Me Tender.


Os Deuses Vencidos (1958) > Trata-se da vida de três homens, dois americanos e um alemão, durante a II Guerra. Eles são interpretados por Montgomery Clift, Dean Martin e Marlon Brando.


Rio Violento (1960) > O diretor Elia Kazan comandou Montgomery Clift e Lee Remick na história de um funcionário de uma companhia elétrica que tenta expulsar uma idosa de sua ilha antes que as águas de um rio inundem o espaço. Só dublado em português.


Can-Can (1960) > Comédia musical com Shirley MacLaine, que interpreta a dona de uma boate, na Paris de 1896, e faz de tudo para derrotar a moralidade pública, que é contra a dança can-can.


Paul Newman em Desafio à Corrupção: jogador


Desafio à Corrupção (1961) > O astro Paul Newman interpreta Eddie Felson, um talentoso jogador de sinuca que, embora corajoso, tem atitudes autodestrutivas.


Cleópatra (1963) > Em uma das mais ambiciosas e caras produções da Fox, Elizabeth Taylor interpreta a Rainha do Egito num filme com mais de três horas de duração. Richard Burton é Marco Antônio e Rex Harrison faz Júlio César.


Morituri (1965) > Marlon Brando estrela a trama sobre um pacifista que é é chantageado e precisa se passar por um oficial da SS nazista para desativar os explosivos.


A Bíblia (1966) > O grande John Huston dirige o filme e interpreta Noé na primeira parte da Bíblia.


A Última Diligência (1966) > Numa diligência, passageiros devem se unir para sobreviver aos ataques dos índios.


INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

202 visualizações

Posts recentes

Ver tudo