top of page

Pleasure: os primeiros passos de uma atriz pornô


Sofia Kappel: corajosa estreia da atriz sueca


A diretora sueca Ninja Thyberg, de 37 anos, tem alguns curtas no currículo e faz uma estreia ousada no longa-metragem com Pleasure, disponível na MUBI. O tema já é polêmico: os bastidores da indústria pornográfica nos Estados Unidos.



A trama tem início com a chegada de Bella Cherry (papel da ótima estreante Sofia Kappel) a Los Angeles. Aos 19 anos, ela saiu do interior da Suécia para tentar a carreira como atriz erótica. Em uma das primeiras sequências, Bella terá de fazer uma cena com um veterano - e a diretora mostra quase tudo em detalhes, inclusive o pênis ereto do ator.


Mas, ao contrário do que se possa deduzir, Pleasure não tem muitas cenas explícitas. Há sexo, sim, porém com o comedido olhar de uma cineasta. Ninja Thyberg quer criticar o sistema machista e, ao mesmo tempo, escancarar os desejos irrefreáveis de sua protagonista. Seria contraditório?


Bella, em sua obsessão pelo sucesso, vai passar por situações constrangedoras e humilhantes, como no momento em que, numa pequena produtora pornô, precisa se submeter à violência sexual de dois homens para ganhar seu cachê.


Para quem nunca viu um filme pornô, pode achar que há exageros. Só que não. O registro da diretora e roteirista é cru e realista e, ao ver o que as atrizes pornográficas passam diante das câmeras, vai entender que esse universo não é para amadoras.





358 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page