top of page

Jurassic World - Domínio: dentro de um parque temático


Os elencos das duas trilogias juntos: mais sustos


Se você não pode ir à Disney, vá ver Jurassic World - Domínio. A sensação que eu tive ao assistir ao filme, já disponível para aluguel no NOW, foi a de estar num parque temático. E isso é um bom sinal.


Na sequência de Jurassic World - Reino Ameaçado (2018), o casal Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) vivem isolados numa cabana na floresta na companhia de Maisie (Isabella Sermon), que foi adotada por eles. Mas a garota é raptada e levada para destino incerto.


Na outra ponta da história, Ellie (Laura Dern) e Alan Grant (Sam Neill) vão investigar uma alteração genética feita em gafanhotos, que estão devastando plantações. Você deve lembrar: Laura e Sam foram os protagonistas de Jurassic Park, de 1993. A grande sensação de Domínio é reunir os elencos das duas trilogias, algo que funciona bem, pena que tardiamente.


E onde entram os dinossauros? Eles convivem livremente entre os humanos, só que continuam sendo predadores ameaçados e ameaçadores. O giganotossauro, o maior animal carnívoro, aparece pela primeira vez e há até bichos jurássicos com penas que, sim, existiram.


Colin Trevorrow dirigiu Jurassic World (2015) e volta a comandar a ação com algumas cenas alucinantes - a melhor delas, sem dúvida, ocorre pela ruas da ilha de Malta. Confesso que a parte "científica" do roteiro me aborrece e, embora sem muitas surpresas e longo (duas horas e vinte minutos), o filme cumpre o que promete: entreter a plateia com sustos, como se o espectador estivesse na montanha-russa de um jurassic park.





244 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page