Indecência: um tenso caso de abuso sexual na Romênia


O professor e a aluna de Indecência (foto: divulgação)


O Amazon Prime Video surpreende com bons filmes "despejados" na plataforma sem destaque. Indecência é um deles. Trata-se um intenso drama romeno, que ficou inédito nos cinemas brasileiros.


São apenas 76 minutos, duas atrizes e um ator para contar uma história que visa ampliar um bom debate. Vera (Madalina Craiu) e Mo (Dana Rogoz) são amigas do interior tentando uma vaga numa universidade de Bucareste. Embora sejam "best friends", elas têm personalidades e comportamentos distintos. Vera é estudiosa e certinha e Mo gosta de uma balada e não está muito interessada no futuro profissional.


Ambas, porém, são flagradas numa tentativa de cola numa prova e expulsas da sala. Mo tem ainda seu celular confiscado pelo professor Ursu (Razvan Vasilescu). No dia seguinte, elas vão reaver o smartphone e são surpreendidas com um convite do severo Ursu. A fim de selar a paz e colocar um ponto final na discórdia, ele quer que as moçam jantem com ele em sua casa.


A ética já cai por terra a partir daí - e o que o roteiro propõe é discutir outros limites na relação entre alunos e professores. As jovens não são ingênuas, porém têm interesse em serem "perdoadas" pelo mestre e, assim, poder garantir uma vaga na faculdade. Ursu se aproveita da situação.


Com diálogos certeiros e situações plausíveis, o filme vai ganhando tensão conforme o álcool começa a fazer efeito e as afinidades entre Ursu e Mo se estreitam. O abuso de poder e sexual acaba sendo o tema central de Indecência, que surte efeito com seus inesperados desdobramentos e desfecho enigmático.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter








469 visualizações

Posts recentes

Ver tudo