top of page

Garotos de Bem: o mundo era pior nos anos 70?


Edoardo (no centro): o narrador da história


Eu acho que o mundo mudou ou, realmente, espero que tenha mudado. O que ocorre em Garotos de Bem, filme italiano na Netflix, é algo monstruoso, escabroso e revoltante. O fato aconteceu em 1975 e ficou conhecido como "massacre del Circeo".


O drama é baseado no livro La Scuola Cattolica (título original do filme), de Edoardo Albinati, que foi um dos alunos da escola católica de Roma para garotos de classe média alta. Por isso, a trama é narrada em primeira pessoa


O ator Emanuele Maria Di Stefano interpreta o protagonista, um adolescente com os hormônios à flor da pele que, ao longo da história, relata as atitudes e o cotidiano de seus amigos de colégio. Estão lá os flertes, as paqueras, a iniciação sexual, os estudos tratados com certo desleixo. Por trás da fachada de bons moços, alguns rapazes são machistas, misóginos e agressivos.


Desde o início, a gente sabe que algo horrível vai ocorrer. Mas não sabe quando nem com quem. É uma questionável estratégia de mão dupla do roteiro. O espectador pode abandonar o filme (por achar que está sendo "enrolado") ou ficar plugado, como eu fiquei.







575 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page