top of page

Voe com a Águia: reencontro póstumo entre mãe e filho


Jake Johnson: protagonista e roteirista do filme


Voe com a Águia, que está na HBO Max, é um filme sem contraindicações. Simpática, a comédia dramática tem um elenco afiado e traz à tona um velho clichê: o do quarentão que não amadureceu.


Além de um dos roteiristas, ao lado do diretor Trent O'Donnell, Jake Johnson interpreta Leif, o protagonista que mora de favor num chalé e toca percussão numa banda indie. A verdade é que Leif não se encontrou, é um loser sem vida afetiva nem uma carreira consistente.


Mas algo tende a mudar quando ele recebe a notícia da morte de sua mãe. Eles estavam afastados havia anos e nunca se entenderam. Leif sempre achou Honey (Susan Sarandon) uma maconheira maluca beleza. Só que ela deixou como herança uma espaçosa casa de madeira à beira de um lago. Leif, porém, terá de cumprir algumas tarefas para ser o dono da propriedade.


Susan Sarandon só aparece em imagens num VHS que gravou dando as instruções para Leif. O ótimo J.K. Simmons (que concorre ao Oscar 2022 por Apresentando os Ricardos) surge na meia hora final. O filme, portanto, é de Jake Johnson, um tipo comum que se comunica bem com o público.


Embora tenha alguns momentos engraçados, Voe com a Águia (o certo seria Voe como uma Águia) é um drama sobre reconciliações e aprendizados. Um reencontro póstumo entre mãe e filho que jamais escorrega no melodrama.




1.028 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page