The Club: trama turca dá uma murchada na parte 2


Ismet e Rasel: romance em banho-maria (Netflix)


A primeira parte de The Club estreou em novembro de 2021 e, dois meses depois, a parte 2 já está disponível na Netflix. Não consigo entender a decisão da plataforma de streaming em cortar uma história pela metade - o mesmo ocorreu, por exemplo, com Sky Rojo e Lupin. Isso só acarreta prejuízo à análise porque o ideal, na minha opinião, é avaliar o todo.


Dito isso, acho que a série turca deu uma certa murchada. A jovem Rasel (Asude Kalebek), que tinha partido com o namorado para Israel e está grávida, volta a Istambul para visitar a mãe: Matilda (Gökçe Bahadir) ganhou um cargo melhor no night club e conseguiu mudar para um apartamento, onde mora com Selim Sogur (Salih Bademci), o cantor da boate que virou a grande estrela da Turquia.


São apenas quatro episódios que coloca em banho-maria o relacionamento de Rasel com o mulherengo taxista Ismet (Baris Arduç) e traz à tona revelações do conturbado passado de Matilda. Não faltam reviravoltas e redenções.


Mas o melhor está concentrado no último episódio, que enfoca a rixa entre turcos e gregos (que tinham comércio em Istambul) pela posse de Chipre. O tumulto nas ruas, embora tenha uma recriação fake, dá uma ideia do que se passou no país.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter



156 visualizações

Posts recentes

Ver tudo