Retrato de um Campeão: Hong Kong joga mel no Oscar 2022


A mãe e So Wa Wai: incentivo desde a infância


Gosto de histórias reais, sobretudo quando há um personagem não muito conhecido. Retrato de um Campeão, sobre um medalhista paralímpico, que está na Netflix, é o representante de Hong Kong no Oscar 2022. Tinha tudo para dar certo. Mas não deu.


So Wa Wai nasceu com paralisia cerebral, em 1981. Foi um baque para seus pais, mas a mãe não quis que o filho ficasse dependente de uma cadeira de rodas. Seu esforço de incentivá-lo a andar foi imenso e, já adolescente, o menino se interessou por corridas atléticas. Sandra Kwan Yue Ng, a mãe, e Chung-Hang Leung, o protagonista na idade adulta, defendem bem seus papéis.


É uma história edificante, sem dúvida, que merece ser contada como exemplo de superação. Mais do que a ascensão profissional de So Wa Wai, gostei da dedicação da mãe, inflexível e batalhadora. O problema, contudo, está em como tudo isso é narrado. Além da onipresente trilha sonora sentimental (com muito som de violino), o roteiro apela para emoções baratas, abusa de sequências açucaradas e muitos clichês.


Vai estar entre os semifinalistas do Oscar? Não estou torcendo contra, mas é provável que não.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

135 visualizações

Posts recentes

Ver tudo