top of page

Klondike - A Guerra na Ucrânia: 2014 ainda é hoje


Irka: a mulher grávida em sua casa sem paredes


Klondike - A Guerra na Ucrânia se passa em 2014, mas está mais atual do que nunca, justamente porque a Ucrânia trava uma guerra com a Rússia há meses. O filme é duro e difícil, mas vale o aluguel, no NOW ou no Belas Artes à la Carte.


São três personagens num cenário desolador, a região de Donbass, na fronteira entre os dois países, que disputam o território. Grávida, Irka vive com o marido, Tolik, e só quer ter em paz em momentos conturbados. Eles já levam uma vida sofrida, que só vai piorar quando a casa é alvo de uma bomba.


De um lado estão os separatistas pró-Rússia, que tentam convencer Tolik a se juntar a eles. De outro lado está o irmão de Irka, um nacionalista que quer proteger sua irmã. O embate está armado.


A diretora Maryna Er Gorbach faz um registro seco, sem concessões nem espaço para respirar. Ela pode até ser econômica em não dar ao conflito uma mostra mais ampla, mas consegue resumir o sentimento de perdas e danos com muito pouco. E o que dizer dos derradeiros minutos? Uma paulada difícil de esquecer e extremamente emblemática ao mostrar o (não) papel da mulher numa guerra injusta entre homens.




259 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page