top of page

Dois Verões: os estupradores estão entre nós


Peter e um dos amigos: crime no verão de 1992


Uma das qualidades da Netflix é a quantidade de filmes e séries, produzidos pelo mundo, que a plataforma tem. Dois Verões, por exemplo, é belga, falada em holandês e filmada na França. Além desses diferenciais, ela traz uma intrigante e envolvente história de dramas e mistérios.


A trama se divide em dois tempos. Nos dias de hoje, um grupo de amigos se reúne numa ilha particular da Riviera Francesa. Peter, antes de sair de casa, recebeu uma "bomba". Ele é chantageado em milhões de euros e, se não pagar, um vídeo de um estupro coletivo, do qual ele participou, irá parar na internet. A história, então, volta trinta anos atrás.


No verão de 1992, os mesmos amigos se reuniram com algumas garotas numa casa de campo. Três deles casaram com três amigas - e uma delas foi a vítima do estupro! A pessoa que está chantageando Peter pertence à turma. Quem será?


Em cada um dos seis episódios, com vaivéns no tempo, há uma surpresa - ou até mais de uma. São conflitos íntimos e dilemas morais que, por vezes, esbarram em situações improváveis e novelescas. Mas não há como negar que a minissérie tem o dom de prender a atenção do espectador e de acirrar uma oportuna discussão em torno do machismo estrutural.












1.554 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page