top of page

Injusto! 14 atrizes que jamais ganharam o Oscar


Glenn Close em Ligações Perigosas: oito vezes indicada e nenhum Oscar


Pare e pense! Gwyneth Paltrow, Brie Larson e Halle Berry já ganharam o Oscar. Nada contra as atuações dessas atrizes, mas não é injusto que Glenn Close, Amy Adams e Annette Bening nunca tenham sido premiadas?

Após os atores injustiçados (clique aqui), essa lista é dedicada às estrelas que nunca colocaram a mão na estatueta de melhor atriz. Fiz escolhas e privilegiei as artistas de língua inglesa. Confira abaixo as 14 que mereciam, mas não ganharam.


Glenn Close – Sem dúvida, Glenn Close é a mais injustiçada, talvez da história do Oscar. Tem 74 anos, foi indicada oito vezes e nunca ganhou. Suas atuações são magníficas, como em Ligações Perigosas, que está na HBO Max.


Sigourney Weaver – Outra veterana, de 72 anos, que concorreu três vezes – em 1989, estava no páreo para melhor atriz por Nas Montanhas dos Gorilas e atriz coadjuvante por Um Secretária de Futuro. Mas merecia por Aliens – O Resgate, que está no Star+.



Annette Bening está formidável e nem foi indicada por Estrelas do Cinema Nunca Morrem


Annette Bening – Mais uma que está à espera de seu Oscar há anos. De 1991 a 2011, Annette, 63 anos, concorreu quatro vezes. Mas tem um trabalho recente dela que eu gosto muito: Estrelas de Cinema Nunca Morrem (2017), na HBO Max.


Amy Adams – Ela está com 47 anos e foi seis vezes indicada. Parece que Amy sofre da “maldição” de Leonardo DiCaprio, que levou décadas para ganhar um Oscar. Entre suas notáveis atuações, destaco um filme recente, de 2020, Era uma Vez um Sonho, disponível na Netflix.


Kerry Washington – Ela já foi premiada por séries como Scandal e Little Fires Everywhere, mas nunca foi indicada ao Oscar. Merecia concorrer como coadjuvante por Django Livre, disponível no NOW.


Carey Mulligan – A inglesa de 36 anos quase faturou a estatueta em 2021 por Bela Vingança, mas Frances McDormand passou na frente. Eu adoro a interpretação de Carey em Educação (2009), que tem para alugar na AppleTV e Google Play.


Saoirse Ronan: ótima em Caminhos da Liberdade


Saoirse Ronan – Desde que a pequena irlandesa apareceu, aos 13 anos de idade, em Desejo e Reparação, dava notar que uma grande atriz estava nascendo. De lá para cá, Saoirse foi quatro vezes indicada ao Oscar. Mas não pelo filme que eu acho seu trabalho mais notável: Caminho da Liberdade, no Amazon Prime Video.


Angela Bassett – No Oscar de 1994, a concorrência ao prêmio de melhor atriz era grande. Holly Hunter, por O Piano, foi a vencedora, mas Angela arrasou como Tina Turner em Tina, disponível no Star+.


Naomi Watts – A inglesa trabalhou com grandes mestres, como David Lynch (Cidade dos Sonhos) e Clint Eastwood (J. Edgar). E concorreu ao Oscar por O Impossível – e dá um show na pele da mãe que se perde do marido e de um filho após um tsunami. O filme está em várias plataformas: Netflix, Amazon Prime, Star+, HBO Max, Telecine e Globoplay (para assinantes Telecine).


Kristin Scott: a atriz inglesa em A Chave de Sarah


Kristin Scott Thomas – Outra atriz inglesa que, até hoje, não teve seu talento reconhecido no Oscar. Só teve uma indicação, por O Paciente Inglês. Eu prefiro seu trabalho estupendo em Há Tanto Tempo que Te Amo que, infelizmente, não tem em nenhuma plataforma. Vou substituir, então, por A Chave de Sarah, no Amazon Prime Video, que é igualmente marcante.


Laura Linney – A estrela da série Ozark tem três indicações ao Oscar. Mas não pelo filme que eu gosto: A Lula e a Baleia, dirigido em 2005 por Noah Baumbach, disponível para aluguel na AppleTV+.


Queen Latifah – Ela teve uma indicação ao Oscar de atriz coadjuvante pelo musical Chicago e perdeu para sua colega de elenco, Catherine Zeta-Jones. E é, novamente, cantando que Queen Latifah esbanja talento em Bessie, biografia de Bessie Smith, disponível na HBO Max.


Tessa Thompson: a injustiçada do Oscar 2022


Tessa Thompson – Se teve um filme injustiçado no Oscar 2022 foi Identidade, da Netflix. Tessa tem uma atuação espetacular e foi igualmente ignorada. Uma pena!


Keira Knightley – A versátil inglesa faz desde aventuras (Piratas do Caribe) até dramas (O Jogo da Imitação). Mas sua especialidade mesmo é o drama romântico, sobretudo de época. Adoro a atuação de Keira em Colette, uma artista real do início do século XX. Você encontra o filme no Amazon Prime Video e na HBO Max.


947 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page