top of page

As Leis da Fronteira: vidas em jogo na Espanha dos anos 70


Zarco, Tere o garoto Nacho: na Girona dos anos 70


Eu adoro filmes ambientados em décadas passadas onde, quase sempre, há um sabor nostálgico. É o que ocorre com As Leis da Fronteira, aventura dramática disponível na Netflix.


O cinema espanhol é muito diverso e o diretor Daniel Monzón, inspirado no livro do celebrado escritor Javier Cercas, traz aqui a turbulenta história de Nacho (Marcos Ruiz), um jovem tímido e mirrado, que sofre bulliyng e vive na cidade de Girona, na década de 70.


Sem amigos, ele vai encontrar acolhimento numa turma de rebeldes, liderada pelo casal Zarco e Tere (Chechu Salgado e Begoña Vargas). É a fome com a vontade de comer. Nacho, que ganha o apelido de gafitas (oclinhos), entra para a gangue da pesada enquanto é usado para praticar roubos.


Trata-se de um rito de passagem da adolescência para a vida adulta, registrado com transparência e previsibilidade. A gente sabe onde essa história vai acabar, mas, até lá, dá para se envolver com a errante trajetória do protagonista.





279 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page