Doc Antle: mais sujeira e fatos chocantes da Máfia dos Tigres


Doc Antle: o doutor que não é doutor (Nefflix)


Quando você acha que toda sujeira já tinha sido exposta na série documental A Máfia dos Tigres, da Netflix, vem uma nova temporada para tirar mais lama da história: A História de Doc Antle.


A primeira temporada de A Máfia dos Tigres foi tão excepcional, que está gerando sequências, algo improvável para uma série documental. A partir da segunda temporada, acredito que tenha perdido o sentido de série e assumido o caminho da reportagem. Nada contra.


Nesta terceira parte, o foco todo está em Bhagavan Antle, o rival de Joe Exotic e dono de um zoológico particular de felinos de grande porte.


Além de vasculhar o passado de "doc" Antle, que fazia parte de uma comunidade/seita de ioga na juventude, há denúncias estarrecedoras de ex-funcionárias. O "doc" vem de doutor, mas não há registro algum de que ele seja médico.


Várias ex-mulheres dele comentam sobre a tara que Antle tinha por garotas menores de idade. Ele aliciava meninas de 14 anos para trabalhar com os felinos e as fazia de esposas. Quanto ficavam mais "velhas", tipo 16 anos, ele as descartava e ia atrás das novinhas para montar seu harém. O sujeito, à frente das câmeras, era um amor com seus tigres, mas, nos bastidores, os trancava numa jaula minúscula.


São apenas três episódios que você assiste de olhos grudados da tela. Eu vou continuar acompanhando os desdobramentos de A Máfia dos Tigres porque as histórias de Joe Exotic, Doc Antle e Carole Baskin não terminaram. Ainda vem mais sujeira adiante.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter



284 visualizações

Posts recentes

Ver tudo