top of page

Um Lugar Bem Longe Daqui: a união do drama ao suspense


Daisy: a garota do brejo acusada de assassinato


Que belo acerto da diretora Olivia Newman em seu segundo longa-metragem. Nada como uma história, que envolve mistérios, dramas e romances, bem contada. O filme é Um Lugar Bem Longe Daqui, disponível na HBO Max.


Já gostei de Daisy Edgar-Jones desde que vi a atriz inglesa na minissérie Normal People. Ela é luminosa e tem carisma. Na trama, Daisy interpreta Kya, uma jovem que, em 1969, está sendo acusada de assassinato. A moça sempre foi desprezada pelos habitantes de uma cidade da Carolina Norte por morar, sozinha, numa casa no pântano. Ganhou até o apelido de "garota do brejo".


Mas o que a doce Kya fez para ser apontada como a principal suspeita da morte de um rapaz? A história, então, volta no tempo para mostrar sua sofrida infância e como sobreviveu sem a família.


Baseado no best-seller homônimo de Delia Owens, o filme tem uma narrativa de vaivém nas épocas que faz muito bem à trama, já que, a todo momento, o roteiro acrescenta novidades e detalhes da trajetória de Kya. Gosto também da mistura de gêneros: do suspense ao romance que culmina num drama de tribunal. E o desfecho, uau!, me pegou de calças curtas.





786 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page