Netflix: 6 séries que mereceriam temporada 2


Hollywood: uma minissérie que poderia ser série


Tenho certeza que você também sente falta de uma segunda temporada de uma série que gostou muito. Quem sabe essas seis séries da Netflix, que eu adorei, ganhem uma sequência, mas, por enquanto, só me resta aguardar.


Hollywood > Eu sei que Ryan Murphy concebeu como uma minissérie, mas adoraria ver a continuação da melhor atração de TV (na minha opinião) em 2020. Adoro o tom de fábula para abordar o racismo e a homossexualidade nos bastidores da indústria cinematográfica em meados dos anos 40. Os personagens são fascinantes, desde Archie Coleman (Jeremy Pope), um roteirista que, por ser negro e gay, não consegue emplacar nada nos estúdios até Rock Hudson (Jake Picking), o caipira que tenta o estrelato e cai na lábia de um agente imoral.


É o Bruno! > Uma série curta e divertida – e eu acho que você vai se identificar com o protagonista. Ele é Malcolm, uma espécie de justiceiro que fiscaliza os tutores de cães do Brooklyn, em Nova York. Ele fica na cola, por exemplo, de um hipster que não recolhe o cocô de seu pet. Bruno é nome do cão de Malcolm, interpretado pelo ótimo Solvan Naim, também criador da série, que já está envolvido com outros projetos, inclusive para a Netflix.


O Assassino de Valhalla > Não está confirmada a segunda temporada dessa boa série policial da Islândia. Trata-se de uma policial que investiga assassinatos ocorridos em Reykjavik. Um colega vindo de Oslo, na Noruega, vai ajudá-la na missão de encontrar o serial killer. Em comum, as vítimas trabalharam num internato na década de 80.


Barra Bravas: série argentina não é sobre futebol


Barra Bravas > Achei que a série argentina se tratava sobre futebol, mas não há uma única partida em campo. São oito episódios que mostram o sistema corrupto que existe no clube esportivo e no time fictício Ferroviarios. A advogada Diana (Dolores Fonzi), que chefia a segurança do estádio, é dura na queda e encara os corruptos. Há personagens periféricos igualmente críveis, como o jovem pizzaiolo que, para ganhar mais dinheiro, apela para a criminalidade. Ainda não há confirmação de uma segunda temporada.


Ratched > Mais um ótimo trabalho de Ryan Murphy que deixou uma boa isca para a segunda temporada – até agora não confirmada. Sarah Paulson arrasa como a enfermeira que se infiltra num hospital psiquiátrico, em 1947, com segundas intenções. Murphy traz elementos da obra de Alfred Hitchcock para criar uma história cheia de suspense, reviravoltas e transgressões.


Geração 30 e Poucos > Embora lançada em julho de 2021, já estou ansioso pela próxima temporada, igualmente não confirmada pela Netflix. Será que teremos a sequência da deliciosa série italiana, ambientada nos dias atuais e em 1998? O passado é mais divertido e dá para se identificar com os três garotos e amigos, que, numa ilha próxima a Nápoles, descobrem o mundo por meio da internet.


INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

1,533 visualizações

Posts recentes

Ver tudo