A Máfia dos Tigres 2: tem mais lama no caso Joe Exotic


Joe, a namorada e os filhos dela: novas revelações


Se você não viu A Máfia dos Tigres, que estreou em março de 2020, pode parar de ler o texto e vá já assistir (rs). Considerei a melhor série documental do ano passado. A segunda temporada chegou à Netflix e fui logo conferir. Não é tão boa quanto antes, mas traz revelações e desdobramentos do caso Joe Exotic, um dos personagens reais mais excêntricos que eu já vi.


Mesmo na cadeia, Joe continua com a língua afiada e pretende, quando sair de lá, descontar o tempo que passou preso em seus inimigos: Jeff Lowe, que tomou seu zoológico de felinos selvagens, e Carole Baskin, dona de um "santuário" de animais na Flórida e seu grande desafeto.


Como extrair mais lama de histórias tão surreais? O pior é que tem mais sujeira varrida para baixo do tapete e os cinco capítulos dão conta de trazê-las à tona. Prepare-se!


O primeiro episódio é dedicado a contar a infância, a adolescência, o namoro de fachada com uma mulher e o primeiro casamento gay de Joe Exotic. Há ainda manifestantes, durante a pandemia, pedindo sua libertação. Até Donald Trump entrou na parada.


Em seguida, há novos fatos sobre o misterioso desaparecimento do marido de Carole Baskin (ela não dá entrevistas desta vez). Don Lewis sumiu do mapa em 1997 e o caso volta à tona, com depoimentos de suas quatro filhas, de um detetive virtual e de um policial encarregado, sob sigilo, da investigação. Há momentos desconcertantes.


Chega de entregar tudo! Como disse no início, os desdobramentos são instigantes, inclusive nas trajetórias de outros personagens. A série, contudo, mantém o suspense no ar, já que há situações ainda inconclusivas. Certamente, teremos, em breve, A Máfia dos Tigres 3.


A Máfia dos Tigres - Primeira Temporada


A Máfia dos Tigres - Segunda Temporada


INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter
















170 visualizações

Posts recentes

Ver tudo