top of page

O Mistério das Mortes de Burari: suicídio ou crime?


Policial dá início à investigação em Burari


Se você me acompanha aqui, sabe que eu adoro uma série documental. O Mistério das Mortes de Burari, na Netflix, me satisfez muito bem. São apenas três episódios para desvendar um enigma digno de Sherlock Holmes.


Em 1 de julho de 2018, onze (!) corpos foram encontrados na região de Burari, em Nova Delhi, na Índia. Era uma família composta de avó, dois filhos, uma filha, as noras e os netos. Segundo relatos dos moradores, os Bhatia conversavam com vizinhos, estudavam e trabalhavam, se divertiam e participavam de comemorações. Poucos dias antes, celebraram um noivado com festa. O que teria se passado? Eles foram assassinados ou cometeram suicídio em massa?


Segundo uma parente próxima, a hipótese de tirar a própria vida estaria descartada. Mas como explicar que todos os corpos (exceto o da idosa) estavam pendurados em posição de enforcamento. É aí que entraram os investigadores.


Se você acha a TV brasileira repleta de programas policialescos, não viu como é na Índia. O circo midiático está registrado em diversas imagens de arquivo, que são complementadas com novos depoimentos dos detetives, delegados, legistas e jornalistas que estiveram envolvidos no caso.


Conforme a investigação avança, mais fica claro o terrível poder da manipulação. É, ao mesmo tempo, inacreditável e assustador, sobretudo por envolver uma família de classe média que tinha adolescentes com um futuro pela frente.



1.004 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page