top of page

O Assassino: é preciso mesmo de lição de moral?

Michael Fassbender: o frio matador de aluguel


O diretor David Fincher é muito conhecido por seus filmes de suspense policial, como Seven e Garota Exemplar, mas, na minha opinião, suas obras-primas são Clube da Luta e Benjamim Buttom. Desta vez, o realizador envereda por um thriller em O Assassino, da Netflix, que está dividindo opiniões.


Eu gosto. Michael Fassbender interpreta o matador de aluguel que, em Paris para um serviço, falha na missão. Quando sua namorada é quase morta por seus contratantes, ele parte pelo mundo para uma vingança insana.


Fiquei bastante entretido com o desenrolar da trama, que acompanha um personagem inescrupuloso, frio e impiedoso. E é, justamente, isso que faz a diferença: um protagonista desagradável que não provoca empatia no espectador. A ausência de um lição de moral também pode ser um fator que frustre a maioria.




68 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page