Netflix: 10 ótimos registros sobre a intimidade de famosos


Rocco: o astro pornô na intimidade doméstica


Quem me conhece, já sabe que eu adoro documentários. Vejo muitos e percebo que alguns deles não receberam o devido reconhecimento. Fiz uma lista com dez títulos disponíveis na Netflix que trazem os registros de personalidades da música, da política, da literatura, da astrologia, do cinema e até dos filmes pornôs. Confira abaixo.


What Happened, Miss Simone > Indicado, merecidamente, ao Oscar de melhor documentário em 2016, o registro traz à tona não só a carreira musical da estupenda Nina Simone (1933-2003), mas também sua posição política, seu ativismo e sua luta a favor dos direitos dos negros, retratados em suas brilhantes canções.


Walter Mercado: o lendário astrólogo da TV


Ligue Djá — O Lendário Walter Mercado > Aos 87 anos (não revelados), Walter Mercado narra sua própria trajetória. Em sua casa em Porto Rico, onde nasceu, relembra desde quando era uma criança “diferente” até ganhar fama como o carismático astrólogo na TV, que tinha uma aparência andrógina e se vestia com capas luxuosas e extravagantes. O registro tem certa melancolia, mas termina de forma apoteótica.


Sergio > Há também na Netflix um filme romantizado estrelado por Wagner Moura, mas o documentário é melhor. Sérgio Vieira de Mello foi um diplomata carioca, que estava numa missão no Iraque quando morreu num atentado terrorista, em 19 de agosto de 2003. Além de enfocar seu lado mulherengo, há depoimentos de dois paramédicos que tentaram tirar Sérgio com vida dos escombros.


Jim & Andy > Não é exatamente um documentário sobre o fabuloso Jim Carrey e, sim, sua preparação para interpretar um dos personagens mais importantes de sua carreira: o também comediante Andy Kaufman (1949-1984), no filme O Mundo de Andy (Man on the Moon). Entre tantas curiosidades, Carrey entrou de cabeça no papel que falava, agia e pensava como Kaufman, até mesmo nos momentos de folga. É impressionante!


Raul: o início, o fim e o meio do Maluco Beleza


Raul — O Início, o Fim e o Meio > Acho um dos melhores documentários sobre compositores brasileiros. Conforme aponta o título, trata-se de uma biografia completa de Raul Seixas (1945-1989), autor de hits como Metamorfose Ambulante, Ouro de Tolo, Gita e Sociedade Alternativa. Em um dos momentos mais polêmicos, o escritor Paulo Coelho, seu mais notório parceiro musical, relembra ter apresentado a Raul do ácido ao chá de cogumelo.


Irmãos de Sangue > Embora não seja uma biografia do ativista radical Malcolm X e do boxeador Muhammad Ali, o filme traz à tona a amizade e a consequente ruptura dos dois, em meados dos anos 60. Muçulmanos e fiéis à Nação do Islã, se desentenderam quando Malcolm X deu uma declaração infeliz sobre a morte de John Kennedy.


Chorão - Marginal Alado > O vocalista do Charlie Brown Jr. tinha um estilo musical único e uma personalidade explosiva e o filme vai além do que a gente já sabe sobre Chorão (1970-2013). Além de depoimentos de produtores musicais e colegas de profissão, o registro traz à frente das câmeras seus funcionários, que mostram seu lado até desconhecido do grande público.


Rocco > Talvez o mais famoso ator pornográfico, o italiano Rocco Siffredi se gaba se ter transado com mais de 5000 mulheres e feito mais de trezentos filmes de sexo explícito. Aposentando desde 2004, o lendário astro é visto aqui dirigindo os pornôs de sua produtora e, o mais interessante, mostrando sua vida em família, com esposa e filhos.


Leonardo Nimoy como Spock: homenagem do filho


For the Love of Spock > Leonard Nimoy (1931-2015) recebeu uma bela homenagem do filho, Adam Nimoy, que dirigiu esse registro afetuoso e informativo. O filme, narrado por Zachary Quinto (o Spock da nova safra Star Trek), mostra a relação de Nimoy com a família, com os colegas e com os fãs.


Gabo > Documentário para entender a obra de Gabriel García Márquez, o menino que nasceu num pobre povoado colombiano, foi criado pelos avós, virou escritor de obras-primas como Cem Anos de Solidão e O Amor nos Tempos do Cólera, e ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1982.


INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

529 visualizações

Posts recentes

Ver tudo