Laços: drama sobre traição desperdiça ótimo elenco


Laços: Luigi Lo Cascio e Alba Rohrwacher dirigidos pelo italiano Daniele Luchetti


Laços, que está disponível para aluguel no NOW, tem um gênero que eu adoro (drama familiar), atores italianos excelentes, como Alba Rohrwacher e Luigi Lo Cascio, sob o comando do diretor Daniele Luchetti, dos ótimos O Rei de Roma (2018) e Meu Irmão É Filho Único (2007). Mas, mesmo com tantos talentos reunidos, o filme não decola.


A história começa fervilhante em Nápoles, no início dos anos 80. Casado com Vanda (Alba) e pai de um casal de crianças, o radialista Aldo (Lo Cascio) confessa à esposa que a traiu. Ela quer saber quem é a amante e se há amor no caso extraconjugal. Ele fica sem respostas - e Vanda o expulsa de casa. Só vai reencontrá-lo meses depois em Roma, onde ele passou a trabalhar e viver com a nova mulher.


O plausível registro da traição (e do consequente desmoronamento familiar) transforma-se em aborrecidas discussões de relacionamento. Para piorar, o roteiro tem uma narrativa maneirista, que vai e volta no tempo e, nos dias de hoje, o mesmo casal é interpretado por Silvio Orlando e Laura Morante - e o espectador demora a notar que está diante dos personagens Aldo e Vanda devido à falta de semelhança entre os atores.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

108 visualizações

Posts recentes

Ver tudo