top of page

House of Hammer: o lobo em pele de cordeiro


Armie Hammer: ponto final na carreira?


Eu sabia alguma coisa sobre o assédio, as mensagens sobre canibalismo e torturas sexuais de Armie Hammer, mas nada como uma minissérie documental para esclarecer exatamente o que ocorreu em 2021, quando o caso explodiu na mídia. House of Hammer, na HBO Max, me deixou ainda mais estarrecido.


Você deve lembrar que várias mulheres acusaram Armie Hammer, o galã de Me Chame pelo Seu Nome e Rebecca, de ter enviado mensagens com conteúdo inflamável. Três delas falam abertamente como tudo aconteceu: da paquera virtual, via Instagram, até os encontros, que começaram românticos e se tornaram perturbadores. O ator gosta(va) da prática BDSM, sigla relacionada ao sadomasoquismo e, sem o consentimento das namoradas, embarcava em atos de tortura sexual.


Armie Hammer, porém, não é único que recebe um registro profundo. Em três episódios, a minissérie também devassa a vida de seu bisavô, o magnata do petróleo Armand Hammer (1898-1990), do avô e do pai, um bilionário que herdou a fortuna da família. Todos têm passados obscuros, ligados à corrupção, à infidelidade conjugal, ao assédio, ao abuso e à violência doméstica.


Além das vítimas de Armie Hammer, a produção não seria tão pugente sem a participação da corajosa Casey Hammer, tia de Armie e neta de Armand. É ela quem abre o jogo sobre os segredos de sua desequilibrada e criminosa família.


Em determinado momento, comenta-se sobre o futuro de Armie Hammer que, até agora, não foi acusado judicialmente. As redes sociais, porém, já se encarregaram de cancelar o ator, que deve, certamente, colocar um ponto final na carreira.





725 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Les commentaires ont été désactivés.
bottom of page