Dias Melhores: indicado ao Oscar mostra lado B da China


Dias Melhores: união improvável entre uma estudante e um criminoso (foto: divulgação)


Embora se passe na China, Dias Melhores, inédito nos cinemas e disponível no streaming do Telecine, foi o candidato de Hong Kong ao Oscar 2021 de melhor filme internacional - perdeu para Druk.


O bullying está no centro da trama que tem como protagonista Chen Nian (Dongyu Zhou). Ela é uma estudante de origem humilde e, muito aplicada, quer passar no vestibular. Tímida, sem amigas e introvertida, a garota passa a ser alvo das alunas mais invejosas. Como a mãe dela vive em outra cidade, Chen mora sozinha e é assediada por cobradores. Até que Xiao Bei (Jackson Yee) a salva de uma agressão e decide protegê-la.


Ele é um rapaz envolvido com gangues e está sempre metido em encrencas. Embora com personalidades e caráter distintos, têm coisas em comum: a carência de afeto, a falta de uma família, a marginalidade e a vontade de mudar de vida - ela, pelos estudos; ele, pela criminalidade.


Uma China que, a princípio, parece ser tão orquestrada é vista em seu lado B. Por mais que o diretor Derek Tsang pese a mãe em alguns personagens estereotipados, os dois protagonistas têm consistência. Em seu desenrolar, a trama atinge seu ápice com a investigação de uma morte, o que torna Dias Melhores ainda mais envolvente.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

375 visualizações

Posts recentes

Ver tudo