Complexo de Deus: o caso do médico sem ética nem pudor


O doutor Fortier: protagonista de um caso real


Se você acha que já viu documentários com histórias estarrecedoras, prepare-se para assistir a Complexo de Deus — Os Bebês do Dr. Quincy Fortier, disponível na HBO Max.


A história começa na década de 60 mostrando o trabalho do doutor Fortier, um renomado ginecologista e obstetra, que fundou um hospital para mulheres em Las Vegas cujo objetivo era a fertilização para casais que não podiam ter filhos. Até aí, só há elogios ao médico.


Décadas depois, em 2018, a detetive aposentada Wendi Babst fez um teste caseiro de DNA. Ela queria descobrir suas origens por meio de seus antepassados. Investigando aqui e acolá, descobriu que tinha muitos meios-­irmãos e detalhe: o pai biológico de todos era o próprio doutor Fortier. O que o médico fazia? Usava o próprio sêmen para fertilizar suas pacientes sem o consentimento delas.


Além do desenrolar chocante do caso real por meio de imagens de arquivo, há um curioso (e por vezes embaraçoso) reencontro dos irmãos já adultos.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

175 visualizações

Posts recentes

Ver tudo