Coiotes: quem se importa com os furos da série belga?


Furão e Kevin (atrás) com outros integrantes dos escoteiros: locação em Luxemburgo


Já pensou em ver uma minissérie belga ambientada em Luxemburgo? Coiotes, que está na Netflix, pode ter furos, erros de continuidade e algumas atuações abaixo da média. Mas eu garanto: não dá para parar de assistir, já que tem algo que muitas séries perderam: deixar um gancho para o próximo episódio.


Tudo começa com um grupo de jovens de Bruxelas chegando num acampamento em uma área florestal de Luxemburgo. Eles são os escoteiros Coiotes. Levado à força pelo pai bruto, Kevin (Louka Minnella) é o rebelde da turma e será vigiado de perto pelo irmão mais velho. Na primeira noite, porém, o rapaz se envolve numa confusão no centro do vilarejo e tem uma viagem de ácido com a bela Marie (Olivia Castanho).


Não vou dar spoiler, mas o episódio termina com Kevin despertando com algo muito valioso em mãos - e ele não tem a menor ideia do que ocorreu na noite anterior. Seu melhor amigo, Furão (Kassim Meesters), vai ajudá-lo a encontrar uma solução.


Há outros personagens que são importantes na trama: o namorado de Marie, que está desaparecido, um criminoso envolvido num roubo, dois irmãos metidos com a bandidagem e até um indiano com sede de vingança.


Coiotes tem um elenco juvenil que oscila entre o apático e o vibrante, locações na bela Antuérpia e uma trama que se desenrola com escorregadas, mas sempre com tensão, surpresas e um bocado de violência. Dá para o gasto para quem quer um passatempo curto - são só seis capítulos.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter




253 visualizações

Posts recentes

Ver tudo