Lockdown Americano: Borat volta a atacar - e a ensinar!


Borat e seu anfitrião: comentários absurdos


Nem sei dá chamar de série, mas é assim que o Amazon Prime Video classificou Lockdown Americano & Desbancando Borat.


E preciso ter visto o ótimo Fita de Cinema Seguinte de Borat (ou Borat 2), também na Amazon, para entender o objetivo dessa "série".


Em uma das muitas "pegadinhas" do filme, Borat pedia para os caipiras Jim Russell e Jerry Holleman hospedá-lo durante o lockdown na pandemia. Eles topavam e Borat, com sua ignorância, conseguia extrair os mais absurdos comentários da dupla. O primeiro episódio, Lockdown Americano, é uma versão estendida dessa cena, que dura 37 minutos.


Racistas, negacionistas, homofóbicos e republicanos, os conservadores Jim e Jerry soltam as "pérolas" de que a vacina implanta um chip dentro do corpo e Hillary Clinton bebe sangue de bebês. Não sei como o ator Sacha Baron Cohen, democrata e inimigo de Trump, conseguiu permanecer no papel de Borat ao escutar tantas barbaridades. Essas sequências inéditas resultam num misto de choque e humor hilariante.


Na sequência, chamada Desbancando Borat, há mais seis episódios com cerca de 7 minutos cada. Neles, Jim e Jerry, meses depois, são colocados numa sala para escutar especialistas e, assim, terem suas "teses" destruídas. "Como um chip pode passar por uma agulha?", indaga uma cientista. Isso é apenas o início de uma desmoralização pública dos "sabichões" que apoiam Trump e demonizam Barack Obama.



INSCREVA-SE aqui para receber a Newsletter

127 visualizações

Posts recentes

Ver tudo