top of page

Assassinos da Lua das Flores: obra-prima de Scorsese?


De Niro e DiCaprio: Scorsese comanda os astros


Da sua geração, Martin Scorsese é o melhor diretor americano em atividade. Citaria Woody Allen e Spielberg, mas Allen tem quase 88 anos e Spielberg fará 77 em dezembro. Scorsese completará 81 anos dia 17 de novembro. Obras-primas? Ele já fez muitas: Taxi Driver, Touro Indomável, Os Bons Companheiros, Cassino... e tem dois filmes "menores" que eu amo: Depois de Horas e O Rei da Comédia. O realizador está de volta aos cinemas (e em breve na AppleTV+) com mais um grande e grandioso trabalho: Assassinos da Lua das Flores. Seria sua nova obra-prima?


O filme é baseado no livro Assassinos da Lua das Flores - Petróleo, Morte e a Origem do FBI, de David Grann. Não li, mas posso garantir que a adaptação é excelente (virá Oscar de melhor roteiro adaptado?). O subtítulo já dá uma ideia da trama, que se passa em Oklahoma, na década de 20. Os indígenas Osage se tornaram a população mais rica dos Estados Unidos porque, em suas terras, foram descobertas reservas de petróleo. Pode até parecer ficção, mas é fato.


Mas, óbvio, os brancos já invadiram as terras e o fazendeiro William Hile (Robert De Niro) é uma espécie de "controlador" da cidade que, espertamente, tem um destino para seu sobrinho (Leonardo DiCaprio), recém-chegado ao povoado. Ele quer que o forasteiro se case com Mollie (Lily Gladstone), uma indígena muito rica e solteira.


O nome "morte" do subtítulo é porque vários indígenas, inclusive as irmãs de Mollie, estão morrendo misteriosamente. E o "bureau de investigação", que posteriormente se chamaria FBI, entra em cena para investigar.


Scorsese comanda essa longa história, de três horas e meia de duração, com o pulso firme dos veteranos e o frescor da juventude. Num quase épico, ele traz um caso real e revelador (e inédito!) como se estivéssemos assistindo a uma minissérie de investigação - muito sedutora e impactante, vale ressaltar. É tudo tão perfeito que não dá para sentir o tempo passar.


E agora vamos falar de Oscar porque, certamente, Assassinos da Lua das Flores vai pegar várias indicações (podem me cobrar depois), como melhor filme, direção, roteiro adaptado, fotografia, desenho de produção... E o elenco? Acredito, sim, em mais uma (merecidíssima) indicação para DiCaprio e outra para De Niro (de coadjuvante). A dúvida seria Lily Gladstone - Spike Lee até já declarou seu voto nela. Embora seu trabalho seja excelente, acho que se encaixaria melhor em atriz coadjuvante e não de atriz principal.


Mas Assassinos da Lua das Flores é mesmo a nova obra-prima de Scorsese? Eu gosto sempre de comparar com os trabalhos anteriores e, por ter gostado muito, meu veredito é... sim!
















305 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page