top of page

Whitney: o documentário é melhor do que a cinebiografia



Se você, assim como eu, ficou decepcionado com I Wanna Dance with Somebody, sugiro que assista a Whitney, no Globoplay. É um documentário de 2018, portanto muito antes da cinebiografia, dirigido pelo experiente Kevin Macdonald, de O Mauritano e O Último Rei da Escócia.


São duas horas de entrevistas com parentes e amigos e imagens de arquivo de Whitney Houston. O cineasta não economiza no tempo nem nas abordagens. Pergunta, na lata, para o viúvo Bobby Brown qual era a ligação de Whitney com as drogas e extrai uma confissão exclusiva: quem abusou da cantora quando ela era criança.


Whitney repassa ainda a meteórica carreira e a vida pessoal da artista, desde sua primeira aparição na TV até a trágica morte num hotel de Los Angeles, em 2012, aos 48 anos.





224 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page